Arquivo da categoria: Hexies

Hexies pra que te quero….

Olá!

Dia desses, arrumando a banguncinha que sempre fica depois de usar o quarto de costura, me deparei com vários retalhinhos de tecido. Sobras das bonecas que fiz pro projeto Bonequeiras sem Fronteiras. Nao me veio outra idéia, a nao ser fazer hexies! Pra que? Ainda nao sei…. Mas vou fazendo! Uma hora eles me servirão pra alguma coisa! 🙂

Nunca havia feito hexies e resolvi buscar na internet um tutorial e encontrei esse bem legal.

Fazer hexies é super simples e gostoso. Agora entendo o chamego da Simone e da Isa com os hexies…. 😉

Então logo arrumei uma caixa pra colocar os vários retalhinhos cortados, linha, agulha e tesoura que eu levo pra todo lugar. Minha caixa de hexies!

E num sábado a tarde fui pra casa da minha mãe, claro com minha caixa de hexies embaixo do braço! Ela e minha tia Zélia passariam a tarde a fazer uma manta de bebê e eu, feliz da vida, porque passaria a tarde com elas, conversando e, claro, fazendo hexies! Logo que comecei minha tia dispara “Ah…. Sua avó fez muitos fuxicos desses… Mas vc ta usando molde de papel? Ela fazia o molde com aqueles lacres de alumínio que vinha nas latas de leite em pó…. É melhor. É mais durinho.” Como assim? E pra tirar o molde depois que termina o hexie (ou fuxico, como no tempo da vovó…)? Logo minha mãe foi pegar um pedaço de acetato e fizemos o molde e foi me mostrar como ela tinha aprendido a fazer fuxicos… Que delicia aprender de novo com minha mãe! E engraçado que senti uma pontinha de ciúmes por parte dela da tal internet, que me “ensinou” a fazer os fuxicos… Confesso que me arrependi de ter buscado primeiro a internet ao invés da minha mãe…. Perdi a oportunidade de aprender mais uma coisa com ela…. 😦 Mania boba essa de querer ser independente….

Mas nem tudo estava perdido! 🙂 De tanto fazer hexies eu estava com o dedo dolorido, já que nao tenho o hábito de usar muito a agulha pra costurar. A ponta do dedo tava vermelha de tanto empurrar a agulha! Solução? O bom e velho dedal! Lá foi a mamãe procurar nas suas caixas e gavetas um dedal pra me emprestar e me ensinar a usar o tal apetrecho…. Nao é fácil, incomoda no começo e é estranho, já que perdemos o tato do dedo em que fica o dedal. Mas sou teimosa e a vovó usava, vou aprender e usar também! Dito e feito! No fim da tarde eu já estava craque com o uso do dedal e fazendo fuxicos como no tempo da vovó…..

20120301-105000.jpg
Beijinhos!