Arquivo da categoria: Bordado Livre

Linhas, agulhas, pontos e histórias!

Olá!

O Banco do Nordeste tem um programa aqui em fortaleza que se chama Percursos Urbanos. Por indicação de uma colega de trabalho, que sabe do meu gosto pelo mundo dos trabalhos manuais, eu fui com a minha mãe, claro. O tema era “Agulhas, ponto e linha”… Fofo né?

Quem nos conduziu foi a simpática Simone Barreto. A primeira parada era na casa dela, onde sua mãe nos apresentaria os bordados que faz. No caminho, Simone falou um pouco sobre a sua relação com o bordado, e que apesar de ter mãe bordadeira, nunca havia se interessado pelas linhas e agulhas, até pouco tempo. Outras mulheres que participavam dessa aventura (cerca de 30) também falaram da importância dos bordados em suas vidas e o que ele representa. No nordeste em geral, essa é uma herança passada de mãe pra filha. Tenho orgulho de ter isso na minha história também.
20130131-142805.jpg
Antes de chegar até nosso primeiro destino, Simone nos contou a história de Ariadne, que se apaixonou por Teseu e que, com a ajuda de um novelo de linha dado por sua amada, conseguiu entrar no labirinto, matar o minotauro e sair de lá vivo, livrando assim a cidade de Creta da tirania do terrível minotauro.
20130131-142657.jpg
Chegamos na casa da Simone e fomos muito bem recebidas pela mãe dela, que com carinho nos apresentou um pouco de sua arte, tanto com as linhas e agulhas.
20130131-142621.jpg
Embarcamos novamente no ônibus, e o trajeto até a segunda parada foi bem rápido. Fomos à casa de uma senhora (infelizmente não memorizei o nome dela…) que nos mostrou peças bordadas que trazem com elas muita, mas muita história. Ouvimos apenas algumas delas, claro.
20130131-142736.jpg
Mas foi muito bom ouvir histórias curiosas, como a de uma tia que desfez um noivado e, com raiva do noivo, queimou todas as peças do enxoval, com exceção de uma colcha de cama, que deu pra essa senhora. Algumas pessoas ficaram com receio que a tal colcha desse azar, mas ela não se importou. Bom, ela esta casada até hoje! 🙂
20130131-142723.jpg
Depois de ouvir essas histórias, no último trecho dessa aventura, no ônibus, a Simone nos faltou de Penélope que por vinte anos esperou a volta de seu marido Ulisses, da Guerra de Tróia.
Os anos passavam e não havia notícia de Ulisses. Assim, o pai de Penélope sugeriu que sua filha se casasse novamente. Penélope, fiel ao seu marido, recusou, dizendo que esperaria a sua volta.
20130131-142758.jpg
Porém, diante da insistência do pai, estabeleceu a condição de que o novo casamento somente aconteceria depois que terminasse de tecer um sudário para seu sogro. Assim, ela esperava adiar o evento o máximo possível. Durante o dia, aos olhos de todos, Penélope tecia, e à noite, secretamente, ela desmanchava todo o trabalho. E foi assim até uma de suas servas descobrir o ardil e contar toda a verdade.

Foi uma tarde de sábado muito gostosa! Sei que o banco do nordeste deve promover outras tardes assim… Ficarei atenta! 😉

Beijinhos!

Anúncios

Projeto “Keep calm and…”

Olá!

Quando estava fazendo o presente da Ana Paula do Atelier Caseiro (veja aqui o post), pensei em fazer outros “Keep calm and…” para decorar o meu quarto de costura e também presentear alguns amigos.

Um dos primeiros a ser finalizado foi esse que já está no meu quarto de costura, ao lado da Marilyn! Pra dar uma vida, pintei o bastidor de vermelho. Que tal?

20120514-095517.jpg

Outros já surgiram….

20120514-095248.jpg

20120514-095657.jpg

20120514-095717.jpg

20120514-095728.jpg

… e outros mais já estão em produção!

Gostaram?
Aceito encomendas e sugestões! 😉

Beiijinhos!

Projeto "Keep calm and…"

Olá!

Quando estava fazendo o presente da Ana Paula do Atelier Caseiro (veja aqui o post), pensei em fazer outros “Keep calm and…” para decorar o meu quarto de costura e também presentear alguns amigos.

Um dos primeiros a ser finalizado foi esse que já está no meu quarto de costura, ao lado da Marilyn! Pra dar uma vida, pintei o bastidor de vermelho. Que tal?

20120514-095517.jpg

Outros já surgiram….

20120514-095248.jpg

20120514-095657.jpg

20120514-095717.jpg

20120514-095728.jpg

… e outros mais já estão em produção!

Gostaram?
Aceito encomendas e sugestões! 😉

Beiijinhos!

“Amigos a gente encontra….

… o mundo não é só aqui…” O título dessa música é “Quem me levará sou eu” e é do Dominguinhos.

Foi assim, olhando pra longe, que encontrei a Ana Paula! Desde que nos conhecemos pela internet, o carinho e a atencão dela nos aproximou, superando os cerca de 6.000 km que nos separam fisicamente, e fez surgir uma amizade muito gostosa.

Claro que o que nos uniu a princípio foi o artesanato, mas nós nos identificamos em vários outros aspectos e passamos a nos falar diariamente, trocando idéias sobre nossos artesanatos e tudo o mais que nos cerca. Entre desabafos, risadas, opiniões e apoio mútuo, a Aninha me ajudou muito e, além de outras coisas, me fez o carinho de me presentear com etiquetas. Logo que eu receber, mostro aqui pra vocês! 😉

20120427-173459.jpg

Eu queria fazer alguma coisa pra retribuir o presente e então, me deparei com os famosos “Keep calm and…” e pensei em fazer um pra ela. Mas completar a frase com o que? Colocar “sew” ou “stitch” (costurar e bordar, respectivamente) seria simples ou óbvio demais…. E tinha que ser alguma coisa especial! Então veio a idéia de usar o próprio Atelier Caseiro, blog e local de paixão e trabalho da Aninha!

20120427-173508.jpg

Quem conhece o cartaz “Keep calm and carry on” (veja como foi criado aqui) sabe que tem o desenho de uma coroa em cima da frase, identificando a coroa inglesa. E o que colocar no “Keep calm and go to Atelier Caseiro”? A logomarca do Atelier! Claro! Esse sim foi o desafio! Usei o ponto atrás, o mais delicado do bordado livre, na minha opinião, em todo o desenho, exceto nos corações, em que usei o ponto cheio, dando ênfase a eles de propósito. 😉

20120427-173516.jpg
Dele fiz um panô, usando um tecidinho vermelho de poá e pesponto branco contornando todo o panô. Eu adorei o resultado! Tanto que “estraguei” a surpresa, e no dia que terminei o trabalho mandei fotos pra Aninha! 😉

O presente já seguiu pro Rio Grande do Sul e espero que ela goste de recebê-lo tanto quanto gostei de fazê-lo!

Beijinhos!

"Amigos a gente encontra….

… o mundo não é só aqui…” O título dessa música é “Quem me levará sou eu” e é do Dominguinhos.

Foi assim, olhando pra longe, que encontrei a Ana Paula! Desde que nos conhecemos pela internet, o carinho e a atencão dela nos aproximou, superando os cerca de 6.000 km que nos separam fisicamente, e fez surgir uma amizade muito gostosa.

Claro que o que nos uniu a princípio foi o artesanato, mas nós nos identificamos em vários outros aspectos e passamos a nos falar diariamente, trocando idéias sobre nossos artesanatos e tudo o mais que nos cerca. Entre desabafos, risadas, opiniões e apoio mútuo, a Aninha me ajudou muito e, além de outras coisas, me fez o carinho de me presentear com etiquetas. Logo que eu receber, mostro aqui pra vocês! 😉

20120427-173459.jpg

Eu queria fazer alguma coisa pra retribuir o presente e então, me deparei com os famosos “Keep calm and…” e pensei em fazer um pra ela. Mas completar a frase com o que? Colocar “sew” ou “stitch” (costurar e bordar, respectivamente) seria simples ou óbvio demais…. E tinha que ser alguma coisa especial! Então veio a idéia de usar o próprio Atelier Caseiro, blog e local de paixão e trabalho da Aninha!

20120427-173508.jpg

Quem conhece o cartaz “Keep calm and carry on” (veja como foi criado aqui) sabe que tem o desenho de uma coroa em cima da frase, identificando a coroa inglesa. E o que colocar no “Keep calm and go to Atelier Caseiro”? A logomarca do Atelier! Claro! Esse sim foi o desafio! Usei o ponto atrás, o mais delicado do bordado livre, na minha opinião, em todo o desenho, exceto nos corações, em que usei o ponto cheio, dando ênfase a eles de propósito. 😉

20120427-173516.jpg
Dele fiz um panô, usando um tecidinho vermelho de poá e pesponto branco contornando todo o panô. Eu adorei o resultado! Tanto que “estraguei” a surpresa, e no dia que terminei o trabalho mandei fotos pra Aninha! 😉

O presente já seguiu pro Rio Grande do Sul e espero que ela goste de recebê-lo tanto quanto gostei de fazê-lo!

Beijinhos!

Fraldas e uma embalagem especial

Olá!

Desde que minha sobrinha, a doce Melissa nasceu, sempre que vejo fotos ou tenho noticia do nascimento de uma criança, fico tocada e emocionada. Em 2011 nasceram várias crianças perto de mim. Melhor dizendo, diversas amigas tiveram filhos em 2011. 🙂
Além da Melissa, veio o Vinicius, outra Melissa, os gêmeos Lucas e Levi e a pequena Giovana. E 2012 promete mais, pois várias outras amigas estão grávidas e outras ainda devem ficar! E 2012 já começou lindamente com o nascimento de Clarisse, filha da Kamille. Ela é muito linda…. e uma das fotos postada pela mamãe no facebook me encantou, pois o rosto dela fala da felicidade que é ter um anjinho assim em casa… 🙂

E para a dar as boas vindas a essa princesa, me foram encomendadas delicadas fraldas, uma tolha fralda e uma mantinha bem gostosa pra ela, além de uma toalha fralda.

20120208-132113.jpg

20120208-132128.jpg

20120208-132141.jpg

20120208-132154.jpg

20120208-132022.jpg

A embalagem foi especial. Fiz em formato de fralda! Que tal?

20120208-132610.jpg
Seja bem-vinda pequena Clarisse!

Beijinhos!

Pocoyo e Sr. Cabeça de Batata!

Olá!

Crianças são seres lindos e acho que vocês concordam comigo. Elas tem um jeitinho especial de nos conquistar….

Como já havia dito outras vezes, gosto de presentear os filhos de minhas amigas com toalhas bordadas por mim. Claro que pra isso busco um tema que seja especial para a figurinha que vai receber o presente, certo?

As duas que mostro pra vocês são especiais foram especiais pra mim também.

A primeira é o Pocoyo. Eu não conhecia esse personagem até receber o convite para o aniversario do Enzo, filho da minha amiga Virgínia. E de acordo com ela, com a chegada da Melissa, logo vou ouvir mais sobre o Pocoyo!

20110909-105002.jpg
Esse é o Pocoyo! Uma figura doce, não?
Usei o ponto haste, ponto atrás nas mãos e o ponto cheio para os olhos.

Investiguei com ela quem era essa figura simpática e descobri que é um personagem de desenho infantil, bem apropriado para a idade do Enzo, 2 anos. Logo fiquei encantada com o Pocoyo e sua turma. Como ficava difícil bordar toda a turma na toalha, optei pelo Pocoyo e a Elly, apesar de a Virgínia ter dito que o Enzo também gosta muito do Pato….

20110909-104952.jpg
Essa é a Elly! Achei ela uma fofa também!
Usei também o ponto haste e o ponto cheio nos olhos.

Mas enfim, escolhidos os personagens, como eu não queria fugir do mundo do Pocoyo, usei a sugestão do convite do aniversário, e bordei o nome do Enzo tal como é escrito o nome do Pocoyo.

20110909-105008.jpg
Pensei em usar o ponto corrente para fazer o nome, mas achei que o ponto haste ficou melhor por ser mais delicado.

Eu achei o resultado bem legal, mas…… Quando o Enzo viu a toalha achou o máximo ver o Pocoyo, a Elly e o nome dele, mas aí veio o problema….. “Cadê o Pato? Pato! Pato!” disse o Enzo indignado pela falta do Pato, virando a toalha e procurando o Pato. É…. Devia ter bordado o Pato….. 🙂

A outra toalha foi um presente para o Daniel, filho da Nathália. Ele gosta muito do desenho Toy Story e seu personagem preferido é o Sr. Cabeça de Batata. Eu adoro os desenhos infantis e Toy Story pra mim é especial.

20110909-110224.jpg
O desenho que imprimi ficou grande para a toalha…
Entao resolvi eu mesma desenhar o Sr. Cabeça de Batata!

20110909-110238.jpg
Aqui, o desenho já na toalha, prontinho pra ser bordado!

Confesso que quando criança eu tinha a fantasia (ou desejo) de que os brinquedos tinham vida e até me sentia culpada quando brincava mais com uma boneca que com outra e aí resolvia brincar um pouquinho com aquela que era deixada de lado, já que ela devia estar sentindo a minha falta…. LOL

20110909-110522.jpg
O nome fiz em ponto corrente.

20110909-110515.jpg
No desenho usei o ponto haste e o ponto cheio para os olhos e bigode do Sr. Cabeça de Batata.

Toda a série Toy Story me emociona, mas o terceiro definitivamente, pra mim, foi o mais emocionante…. Crescer faz a gente deixar um monte de coisas pra trás, sem nem pensar que vamos sim sentir saudades delas….. Aí crescemos, e vem a saudade do tempo que passou…. Mas aí estão os filmes e as crianças de hoje pra nos fazer reviver de alguma forma tudo isso!

20110909-110529.jpg
Trabalho terminado!

Beijinhos!