Arquivo mensal: agosto 2013

Conta, conta e reconta!

Olá!

Como diz o ditado popular que temos aqui no Brasil, “quem já viu não se admira, quem nunca viu não sabe o que é” se aplica também ao ponto cruz.

Fazer trabalhos em ponto cruz maiores do que normalmente bordamos em uma toalha, é mais complicado. É um tal de conta ponto pra cá, conta ponto pra lá sem fim!
20130828-201147.jpg
Sempre tem como facilitar esse trabalho, usando a técnica do pingado. Com canetinha, daquelas do tipo hidrocor, a gente marca os pontos no tecido. Essa técnica ajuda muito! Mas é preciso ter cuidado com o tipo de canetinha que for usar! Importante que seja do tipo “lavável”. Pra não atrapalhar muito, costumo procurar uma cor mais próxima da linha que vou bordar.

Mas mesmo usando a técnica do pingado, a gente tem que contar e recontar os pontos, pra não marcar errado! É preciso um pouco de paciência, mas depois que esta tudo marcado é só ir bordando e cobrindo de acordo com a marcação! So alegria!

No quadrinho para a minha sobrinha Marina não estou usando a técnica do pingado, pelo menos no tecido… Estou usando no papel, ja que o gráfico é monocromático.
20130828-200631.jpg
E por essa razão, meus dias, após o trabalho, tem sido de contar e recontar pontos… Mas eu adoro! Já fico pensando na chegada dessa pequena… Como ela será…?

Beijinhos!

Anúncios

O começo

Olá!

Algumas semanas atrás tive a notícia de que vou ganhar uma nova sobrinha, a Marina. 😀

Logo que soube da novidade, fiquei louca pra começar a bordar alguma coisa especial pra ela, mas não sabia o que…

Conversa vai, conversa vem com a minha irmã e minha mãe, surgiu a idéia de passarinhos.

Começa então a busca pelo gráfico. Olha aqui, olha acolá, optei por um muito fofo, com dois passarinhos cantando que encontrei no Etsy.
20130817-171113.jpg
Antes de começar o trabalho, é preciso preparar tudo. Não costumo alinhavar o tecido antes de bordar, mas para trabalhos um pouco maiores, isso facilita.

Depois, separei as linhas que vão ser usadas. Essa parte é gostosa porque as cores já vão dando os tons do trabalho. E então, organizei o gráfico.

Como ele não é colorido, tive que me utilizar de uma estratégia para facilitar a execução do trabalho. 😉
20130817-171220.jpg
Agora é só alegria! Quase nada esta pronto, mas prometo mostrar a evolução desse bordadinho para vocês!

E como você faz antes de começar um trabalho? Algum ritual?

Beijinhos!

Um novo ajudante!

Olá!

Sou apaixonada pelos filmes infantis que vem sendo feitos nos últimos 15 anos. Desde Procurando Nemo e Fuga das galinhas a um dos mais recentes Meu malvado favorito.

Desde que assisti a esse filme, me apaixonei pelos fofos Mínions. Mas como não se encantar com essas criaturinhas?
20130813-073631.jpg
No filme, eles são fiéis ajudantes do não tão malvado Gru e eu “precisava” de um desses aqui no quarto de costura! 😉

Resolvi fazer uma peça piloto. Alguns ajustes precisam ser feitos, mas pelo menos o meu mais novo ajudante já esta aprontando por aqui! Em breve outros mais devem aparecer por aqui! 😉
20130813-072649.jpg
Beijinhos!

Ratinhos e uma tábua de passar

Olá!

Incrível como algumas semanas sem atualizar as coisas por aqui fazem os assuntos acumularem! Melhor, certo? Teremos encontros mais breves! 😉
20130801-205306.jpg
Estou numa vibe forte de ponto cruz! Eu já estava “namorando” esses ratinhos da Margaret Sherry desde que descobri os gráficos fofos dessa incrível designer. Estou bordando o terceiro, o que completa o trio. Ainda não sei o que serão nem pra onde irão. Depois vou decidir. 😉
20130801-205316.jpg
De qualquer forma, é um grande prazer bordar os gráficos da MS. Os bichinhos quase saltam do tecido de tão reais e fofos que são! Adoro!!!
20130801-210156.jpg
Além dos ratinhos em ponto cruz, algumas semanas atrás, motivada por um desejo antigo e o aniversário de uma amiga que gosta de craft também, resolvi fazer uma tábua para passar pra mim e outra para presenteá-la.
Com a ajuda da minha mãe, pesquisei vários modelos na internet. Pena que não fotografei o passo a passo das tábuas que fizemos… Essa é a minha:
20130801-211543.jpg
Mas vou explicar: usamos uma tábua de madeira fininha mesmo, pra ficar leve. Cobrimos com forro pra banco de carro, que é fofinho. Depois cobrimos com um pedaço daquelas capas térmicas de tábua de passar (a metalizada que ajuda a esquentar) e por último, pra ficar mais charmosa, cobrimos com um tecidinho de algodão. Tudo com cola mesmo, já que a madeira era fina e não permitia grampos. Até agora, cerca de um mês depois, não descolou! Espero que continue assim! 😉

Beijinhos!